Biomedicina

Campus Itajaí

4

conceito mec


2017

4

conceito enade


2019

Extensão

O Curso de Biomedicina tem oferecido atividades de extensão aos alunos junto à comunidade realizando atividades de prevenção e orientação à saúde. As atividades realizadas incluem demandas da própria comunidade que buscam junto ao curso uma parceria para atender as necessidades da população, bem como projetos desenvolvidos em parceria com o Ministério da Defesa, Rede Ipiranga, Associação Comercial e com outros cursos da Instituição.

Projeto Discutindo a Relação

O Projeto Discutindo A Relação (#DR) sob a coordenação da Profa. Leia Viviane Fontoura, com a participação ativa de professores do cursos de Biomedicina, Daniela Valcarenghi e Silvana Tomazoni de Oliveira,  além de professores dos cursos de Psicologia e Enfermagem. O projeto conta com a participação de um aluno do curso como bolsista remunerado (20h), bem como de alunos dos outros cursos envolvidos. O projeto desenvolve uma proposta interdisciplinar e é voltado para adolescentes e jovens matriculados na Escola de Educação Básica Arnaldo Brandão da rede municipal de Itajaí, e tem como objetivo desenvolver ações para a promoção da saúde e para fortalecer o desenvolvimento integral e o enfrentamento das vulnerabilidades, que comprometem o desenvolvimento do adolescente e do jovem, para a comunidade escolar e os profissionais da estratégia de saúde da família. 

O PPC do curso de Biomedicina apresenta convergência à temática deste projeto em várias disciplinas distribuídas ao longo da matriz curricular do curso, a saber: Fisiologia Aplicada, Patologia, Saúde Coletiva, Embriologia, Reprodução Assistida, Imunologia, Imunologia Clínica, Microbiologia, Bacteriologia Clínica, Toxicologia, Bioquímica, Bioquímica Clínica, Práticas em Biomedicina, Ambientação Profissional do 3º e do 5º períodos, Relacionamento Interpessoal, assim como nos Estágios Supervisionados do 7º e 8º períodos. Cabe ressaltar que as disciplinas de Embriologia, Imunologia, Imunologia Clínica e Toxicologia terão relação direta com os adolescentes e jovens da Escola de Educação Básica Arnaldo Brandão, mais especificamente com a questão da sexualidade e prevenção ao uso de drogas.

Projeto Escolhas

O Projeto Escolhas, sob a coordenação da Profa. Noemia Liege Maria da Cunha Bernardo e com a participação ativa dos professores do curso de Biomedicina, Ednéia Casagranda Bueno e Anna Paula de Borba Batschauer, além de professores dos cursos de Psicologia, Enfermagem, Farmácia e Medicina. O projeto conta com a participação de um aluno do curso como bolsista remunerado (20h), bem como de alunos dos outros cursos envolvidos. O projeto desenvolve uma proposta interdisciplinar e tem por objetivo fortalecer e promover ações de formação na área de prevenção ao uso de drogas para o fortalecimento do protagonismo da criança e do adolescente. Está articulado com as Secretarias de Educação e Saúde do município de Itajaí, fortalecendo as ações do Projeto Saúde e Prevenção nas Escolas (SPE); com a Central de Penas e Medidas Alternativas de Itajaí, assessorando no projeto Diálogo em Família; e com o Colégio de Aplicação da Univali (CAU), desenvolvendo parceria para ações de prevenção ao uso abusivo de Substâncias Psicoativas e DST/AIDS. 

O Projeto Escolhas também visa desenvolver atividades de formação para profissionais da área da educação, para adolescentes e familiares sobre o desenvolvimento da criança e do adolescente, os malefícios do crack, álcool e outras drogas para a saúde e as relações destas com as doenças sexualmente transmissíveis, o uso racional de medicamentos e a influência da mídia sobre o comportamento. 

O PPC do curso de Biomedicina apresenta convergência à temática deste projeto em várias disciplinas distribuídas ao longo da matriz curricular do Curso, a saber: Fisiologia Aplicada, Patologia, Toxicologia, Saúde Coletiva, Ambientação Profissional do 3º e do 5º períodos, Imunologia, Imunologia Clínica, Microbiologia, Bacteriologia Clínica, Biomedicina Forense, assim como nos Estágios Supervisionados do 7º e 8º períodos. Dentre estas, as disciplinas de Toxicologia, Imunologia e Imunologia Clínica apresentam relação direta com as atividades nos três campos definidos como alvo de trabalho descritos no projeto.

Ação Comunitária

O curso participa ativa e cotidianamente em ações de verificação de tipagem sanguínea, aferição da pressão arterial, teste de glicemia capilar, além de auxiliar o curso de Farmácia na oficina de produção de gel antisséptico. Esta atividade é realizada anualmente, sempre no segundo semestre. Cada dia de trabalho envolve cerca de 15 alunos, voluntários e bolsistas do Artigo 170, supervisionados por professor do curso.

Saúde na Estrada

Esta campanha é realizada anualmente pelo Jornal A Estrada desde 2006, e acontece em postos de gasolina da BR-101, desde Joinville até Tijucas. O curso de Biomedicina participa em conjunto com o curso de Farmácia realizando atividades de verificação de tipagem sanguínea, aferição da pressão arterial, teste de glicemia capilar, cálculo do índice de massa corporal, teste de acuidade visual e orientação para doenças sexualmente transmissíveis. O objetivo dessa campanha é alertar e mostrar aos motoristas, principalmente caminhoneiros, sobre os riscos das doenças sexualmente transmissíveis, hipertensão e outras patologias as quais os viajantes da estrada estão mais suscetíveis. Cada dia de trabalho envolve cerca de 20 alunos, voluntários e bolsistas do Artigo 170, supervisionados por professor do curso.

Projeto Rondon

O Projeto Rondon, coordenado pelo Ministério da Defesa, é um projeto de integração social que envolve a participação voluntária de estudantes universitários na busca de soluções que contribuam para o desenvolvimento sustentável de comunidades carentes e ampliem o bem-estar da população. O curso de Biomedicina participa deste projeto com professores e alunos atuando juntamente com a comunidade, com a capacitação de agentes comunitários de saúde e de professores, além da comunidade em geral, nas atividades do Conjunto A (Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação e Saúde). 

Pró/Pet Saúde

O Ministério da Saúde, em parceria com o Ministério da Educação (MEC), e com o apoio da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), instituíram o Programa Nacional de Reorientação da Formação Profissional em Saúde (Pró-Saúde). O objetivo do programa é a integração ensino-serviço, visando à reorientação da formação profissional, assegurando uma abordagem integral do processo saúde-doença com ênfase na Atenção Básica, promovendo transformações na prestação de serviços à população.

A Univali, juntamente com a Secretaria Municipal de Saúde de Itajaí (SMS), tem respondido aos editais interministeriais que visam à mudança no ensino na área da saúde, buscando uma formação coerente com as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN) para os cursos da área da saúde. As ações desenvolvidas buscam fomentar mudanças na prática pedagógica, relativas à orientação teórica, cenários de prática e orientação pedagógica, assegurando uma abordagem integral do processo saúde-doença, com ênfase na atenção básica, promovendo transformações nos processos de geração de conhecimentos, ensino e aprendizagem e prestação de serviços à população.

  As ações de gestão priorizaram a interlocução/comunicação entre os diferentes atores, instituições envolvidas, avaliação e assessoria aos projetos em andamento, realização de relatórios para subsidiar o seminário nacional, planejamento de atividades integradas nas unidades básicas de saúde.  Na perspectiva de ativar o processo de reorientação da formação profissional em saúde como ação multiprofissional, as avaliações realizadas mostraram a necessidade de docentes e acadêmicos conhecerem a estrutura organizacional, programas e o fluxo de serviços desenvolvidos pelas diferentes esferas de gestão o processo de trabalho no SUS.

Assim, a cada semestre realiza-se a atividade denominada de Acolhimento, na qual todos os acadêmicos que realizam práticas de estágio curricular obrigatório nas Unidades de Saúde, participam da apresentação realizada pelos profissionais representantes da Rede Regional e Municipais de Saúde (Balneário Camboriú e Itajaí), cenários de prática. Esta ação tem resultado em depoimentos favoráveis dos professores e alunos quanto à importância de conhecer a estrutura técnico-administrativa, hierarquização, programas desenvolvidos, dados epidemiológicos e financiamento dos serviços de saúde. Nos relatos evidencia-se que esta oportunidade favorece a aproximação ensino-serviço bem como o planejamento e desenvolvimento de ações em saúde mais adequadas à realidade loco regional.


Dados Gerais

Titulação

Biomédico

Atos Regulatórios

​​​​Reconhecimento do Curso: Portaria MEC nº 434, de 30/07/2014

Renovação do Reconhecimento do Curso: Portaria MEC nº 136, de 01/03/2018

Carga Horária

3200 horas

Duração

​08 semestres

Turno de Funcionamento

Matutino e Noturno

este curso está vinculado à Escola de Ciências da Saúde

vídeos

Copyright - univali.br - 2021 - Todos os direitos reservados