• Univali
  • Notícias
  • Porto de Itajaí é o 1º em ranking nacional de desenvolvimento ambiental

Porto de Itajaí é o 1º em ranking nacional de desenvolvimento ambiental

Atividades do Programa de Assessoria e Monitoramento Ambiental, realizado desde 2005 pela Univali, contribuem para a conquista


por Wagner José Mezoni | 19/10/2021

​Itajaí - O Porto de Itajaí conquistou, pelo terceiro ano consecutivo, o 1º lugar no Índice de Desenvolvimento Ambiental (IDA) promovido pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).


A premiação reconhece os portos que se destacaram por meio de iniciativas para a contribuição da prestação de serviços de transportes aquaviários à sociedade, disseminação de boas práticas de operação e gestão do setor, fomentação a pesquisa e a produção técnico-cientifica.

Desenvolvido em 2001, O IDA quantifica e qualifica as informações concedidas a partir das Avaliações do Sistema Integrado de Gestão Ambiental (Siga). Por meio metodologia de avaliação, são avaliados 39 indicadores que se enquadram em quatro categorias: econômico-operacional, sociocultural, físico-químico, biológico-ecológico.

Dentre os critérios analisados por meio da comissão da premiação, destaque para indicadores como: Licença ambiental, prevenção de riscos e atendimento de emergência, redução do consumo de energia, gerenciamento de resíduos sólidos, divulgação de informações ambientais do porto.

As atividades do Programa de Assessoria e Monitoramento Ambiental na Área de Influência do Porto de Itajaí, realizado desde 2005, contribuíram para a conquista. O programa é fruto da parceria técnico-científica firmada entre a Universidade do Vale Itajaí (Univali) e a Superintendência do Porto de Itajaí.

Por meio dela, pesquisadores atuam no monitoramento de aspectos biológicos, químicos, físicos e geológicos, indicadores da qualidade ambiental e de alterações da estrutura do ecossistema, do estuário do Rio Itajaí e da região costeira.

O programa conta com um sistema de gestão de dados, desenvolvido pelo Laboratório de Informática da Biodiversidade e Geomática (Libgeo), da Univali. Ele permite o cadastro dos dados coletados durante as atividades de monitoramento, acesso ao mapa do projeto e informações atualizadas das condições climáticas na área de atuação do Porto.

O monitoramento é realizado por profissionais com mestrado e doutorado, com formação multidisciplinar - oceanógrafos, biólogos, químicos e engenheiros ambientais -  e envolve técnicos específicos e acadêmicos bolsistas no suporte às atividades.


Com informações e imagem da assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Itajaí.

  • Compartilhe:

Comentários



Voltar para todas as notícias

Univali

Copyright - univali.br - 2021 - Todos os direitos reservados

Política de Cookies

Política de Privacidade