Aulas remotas são avaliadas por famílias e alunos do CAU

Consulta ocorreu entre os dias 17 e 28 de agosto


por Univali | 05/10/2020

Itajaí e Tijucas - Entre os dias 17 e 28 de agosto, o Colégio de Aplicação da Univali (CAU) promoveu a avaliação institucional "FazAí - Em Casa". A consulta, que ocorre anualmente no segundo semestre, teve, nesta edição, excepcionalmente, um formato diferente.


“A avaliação foi pensada como instrumento para aprimorar a qualidade do ensino remoto, adaptar e cumprir com a periodicidade da cultura da Avaliação Institucional, além de fortalecer o espírito coletivo do Colégio em situação adversa”, resume Renato Buchele Rodrigues, presidente da Comissão Própria de Avaliação (CPA) da Univali.

Com a consulta, famílias e alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio, puderam avaliar as adaptações da transposição das aulas presenciais para remotas na educação básica e todo o processo de planejamento e implementação de ações pedagógicas e administrativas para garantir o cumprimento do calendário escolar. A pesquisa contou com cobertura de 33,3% na Educação Infantil, 39,8% nos anos iniciais, 57% nos anos finais, 60,6% no ensino médios e de 74,6% dos professores.

Três Eixos de Avaliação guiaram o levantamento: Gestão Acadêmica, Comunicação/Interação e Didático-Pedagógico. No eixo Gestão Acadêmica uma das perguntas era sobre como os respondentes avaliam a decisão institucional de adaptar as aulas presenciais para o meio digital com foco no cumprimento do calendário escolar. A pesquisa indica, entre outras questões, uma aprovação de 79,5% a 90,3 em relação a esta decisão institucional.

Quando perguntados, sobre o tempo de resposta da equipe gestora na adequação das aulas presenciais para as aulas em meio digital, as médias variaram entre 8,05 e 9,22 com desvios padrões variando 1,5 e 2,31. Indicadores como a comunicação acadêmica adotada pelo Colégio para esclarecimentos e orientações às famílias e aos alunos no período de distanciamento social, bem como os canais usados pelos professores para interação, foram bem avaliados tanto pelas famílias, alunos, quanto pelos professores.

No eixo Didático Pedagógico, ao serem perguntados sobre a realização das atividades, segundo 42,86% dos respondentes, os alunos da educação infantil sempre conseguem realizar as atividades propostas pelos professores em meio digital. Nos anos iniciais essa taxa varia entre 72%, no Campus Itajaí, para 80,65%, no Colégio do Campus Tijucas.

Em relação ainda às questões pedagógicas, segundo a pesquisa, os alunos da educação infantil não estão sozinhos ao realizarem as atividades propostas pelos professores em meio digital. Em 82,86% das respostas, as atividades são realizadas, sempre, com a ajuda de um adulto. Nos anos iniciais essa taxa cai para 53,14% entre os alunos do Campus Itajaí e para 33,33% entre os alunos do Campus Tijucas.

Os dados sobre as estratégias utilizadas nas aulas remotas e os instrumentos de avaliação adotados pelos professores no ambiente digital foram surpreendentes, visto que a avaliação da aprendizagem em aulas remotas é uma novidade para a educação básica. Neste indicador, as médias entre os alunos dos anos iniciais variam entre 8,71 e 9,06 com erro padrão de 1,3. Para os alunos dos anos finais e ensino médio essas médias ficam entre 7,28 e 8,35 com desvios padrões entre 1,7 e 2.

No eixo Didático Pedagógico, características como inovação, criatividade, organização e planejamento foram destaque na indicação dos respondestes de todas as etapas da educação básica. Todo este processo segue em movimento, com análises e monitoramento. A próxima etapa do trabalho será a devolutiva e discussão dos resultados com a comunidade escolar, gestores, famílias, alunos e professores.​

  • Compartilhe:

Comentários



Voltar para todas as notícias

Univali

Copyright - univali.br - 2021 - Todos os direitos reservados

Política de Cookies

Política de Privacidade