• Univali
  • Notícias
  • Pesca da tainha é tema de mostra fotográfica no Campus Itajaí

Pesca da tainha é tema de mostra fotográfica no Campus Itajaí

Abertura da exposição ocorre dia 3 de maio, na Biblioteca Central, junto com o lançamento do livro “Benta dos Ganchos”


por Natália Uriarte Vieira | 25/04/2017

Itajaí – A mostra fotográfica "A tradição da pesca da tainha no litoral de Santa Catarina", de Magru Floriano, acadêmico do curso de História da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), abre para visitação no dia 3 de maio (quarta-feira), na Rampa Cultural da Biblioteca Central Comunitária do Campus Itajaí. Na cerimônia de abertura, às 19h30, ocorre também o lançamento do livro "Benta dos Ganchos" da catarinense Carmen Germann.

2017-04-25- 0 balaio mariscal PICASA.png

Magru Floriano promoveu, ao longo de cinco anos, viagens de estudo pelo litoral catarinense, entre São Francisco do Sul e Laguna, obtendo como resultado o livro "Tainha: a tradição da pesca da tainha no litoral de Santa Catarina, publicado em 2016 pela Lei de Incentivo da Prefeitura de Itajaí; bem como um acervo de três mil fotos. Para a mostra na Univali, o autor selecionou quarenta imagens e teve como critério a pluralidade, com objetivo de registrar a conjuntura que envolve essa importante manifestação cultural das comunidades praieiras de Santa Catarina.

O acadêmico de História considera-se um fotógrafo amador e em determinado momento da sua pesquisa, trocou o seu equipamento fotográfico mais sofisticado por uma simples câmera digital de bolso. "Eu percebi que os pescadores ficavam inibidos e constrangidos diante daqueles equipamentos. Então, larguei tudo e voltei com um caderninho nas mãos e a câmera no bolso. Só depois de me enturmar é que tomava a iniciativa de fotografar", lembra Magru.

2017-04-25- A tradição da pesca da tainha no litoral de Santa Catarina - Magru Floriano.png

O autor não direcionou a lente de sua pequena câmera apenas para a tainha na rede. Ele expandiu o olhar à confecção da rede, preservação da canoa de um-pau-só, culinária, e, principalmente, à sociabilidade empreendida na beira-da-praia quando da partilha dos resultados da pesca. "A pesca da tainha me fascina por ser uma atividade essencialmente comunitária", destaca. "Quando o peixe chega à areia da praia todos, absolutamente todos, são incluídos na partilha: do proprietário da rede ao patrão, do proprietário da canoa ao vigia, do puxador de cabo ao puxador de picaré", ressalta.

Livro "Benta dos Ganchos" é lançado na Univali

2017-04-25- Benta dos Ganchos - Carmen Germann.png

O livro "Benta dos Ganchos" também será lançado no dia 3 de maio, na Biblioteca Central da Univali.  Ele é baseado na pesquisa de mestrado da autora Carmen Germann. A obra de ficção explora o imaginário coletivo da região de Ganchos, em Governador Celso Ramos (SC), e apresenta um romance intrigante que leva à reflexão sobre a realidade. Benta dos Ganchos é uma mulher poderosa que tem o dom de transformar o mundo atual. Ela veio para transmutar padrões, mostra que por meio do pensar e do sentir é possível mudar o ambiente a sua volta.

Nascida em Praia Grande, em 1961, a autora é radicada em Balneário Camboriú há 26 anos. Carmen é formada em Pedagogia, especialista em Educação e mestre em Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Em sua carreira, transitou por várias profissões até se encontrar na educação e na literatura.  

Mais informações: (47) 3341-7599, no Serviço de Ação Cultural da Biblioteca da Univali.

  • Compartilhe:

Comentários



Voltar para todas as notícias

Copyright - univali.br - 2019 - Todos os direitos reservados

Pesca da tainha é tema de mostra fotográfica no Campus Itajaí