Educação Especial

Campus Itajaí

Educação Especial

​Objetivo do Curso

Formar professores licenciados em Educação Especial com sólidos conhecimentos dos fundamentos, dos referenciais políticos e éticos e das práticas teórico-metodológicas relativas aos processos de ensino e aprendizagem das pessoas com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação, de modo a criar e aplicar estratégias, recursos educacionais e metodologias qualitativamente adequadas às necessidades educacionais específicas desse público, nos diferentes níveis e modalidades da educação básica e em outros espaços de atendimento especializado.

Perfil do Egresso

O profissional licenciado em Educação Especial deverá apresentar um perfil que evidencie formação humanística, ética, crítica e reflexiva frente aos diferentes contextos educacionais que contemplem o alunado da Educação Especial.

O profissional formado pelo Curso de Educação Especial - Licenciatura deverá desenvolver as seguintes competências:

  • Compreender o campo da Educação Especial como uma área em constante transformação, conhecendo sua história, filosofias, princípios e teorias embasados em evidências científicas, além das legislações e políticas públicas educacionais que dizem respeito às pessoas-público da educação especial: pessoas com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento, altas habilidades/superdotação, tanto na escola quanto na sociedade;

  • Reconhecer e avaliar as características dos alunos e identificar suas necessidades educacionais especiais;

  • Flexibilizar e individualizar a ação pedagógica nas áreas do conhecimento e diferentes etapas de formação da Educação Básica (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos), de modo a responder as necessidades específicas dos educandos;

  • Avaliar continuamente a eficácia do processo educativo para o atendimento a essas necessidades observadas nos alunos;

  • Atuar em equipe e em colaboração com o professor do ensino regular, por meio do ensino e consultoria colaborativa nas ações pedagógicas, com as famílias e todos os profissionais da educação e saúde envolvidos com os alunos sob sua responsabilidade;

  • - dominar metodologias específicas para o ensino das diferentes categorias de alunos, a saber: indivíduos com deficiências (intelectual, auditiva, física, visual, surdocegueira, múltipla), transtornos globais de desenvolvimento (autismo, síndromes do espectro do autismo e psicose infantil), altas habilidades/superdotação;

  • Ensinar em diferentes ambientes de aprendizagem e escolarização, incluindo classes de recursos, classes especiais, escolas especiais, classes hospitalares ou em domicílios, desenvolvendo práticas necessárias à aprendizagem e ao desenvolvimento dos alunos, sempre que não for possível sua escolarização em classes comuns, de escolas regulares;

  • Envolver-se em atividades profissionais, participar das ações da comunidade de modo a favorecer a aprendizagem de conteúdos que além de beneficiar os indivíduos com necessidades educacionais especiais e suas as famílias irão promover a profissão,

  • Aprender a aprender, refletir e ajustar suas práticas, que serão guiadas pelos padrões de prática ética e profissional docente.

Munido desse conjunto de competências, o profissional formado pelo Curso de Licenciatura em Educação Especial atuará na docência nas escolas de ensino regular, nos serviços de Atendimento Educacional Especializado, de forma transversal nos diferentes níveis de ensino da Educação Básica (Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio e na modalidade da Educação de Jovens e Adultos), e em parceria com os professores da classe comum, sob a forma de ensino colaborativo. Poderá atuar ainda, na docência em instituições de educação especial, nos serviços de consultoria colaborativa e gestão escolar com equipes de ensino comum e/ou especial, nos serviços de apoio pedagógico especializado em classes hospitalares, serviços de ensino itinerante e domiciliar, nos serviços especializados de interpretação de linguagens e códigos – Língua Brasileira de Sinais, sistema Braille ou outros sistemas de comunicação alternativa aumentativa – necessários à aprendizagem e inclusão educacional de pessoas público da educação especial.

Coordenação

Coordenador
Prof. MSc. Edgar Antônio Piva
piva@univali.br


Dados Gerais

Titulação

Atos Regulatórios

Carga Horária

Duração

Modalidade

Regime de Presencialidade

Turno de Funcionamento

este curso está vinculado à

Vídeos
Univali

Copyright - univali.br - 2021 - Todos os direitos reservados

Política de Cookies

Política de Privacidade