Oficina: Troca de Saberes e Resgate de Tradições: Alimentação, Mulheres e Agroecologia

 


por Márcia Gilmara Marian Vieira | 21/08/2019

Saúde e alimentação são temas que aparecem vinculados nas propostas dos movimentos de mulheres, como elementos importantes para a construção de um novo modelo de desenvolvimento sustentável no meio rural, baseado em formas familiares de produção. A alimentação saudável (com diversidade de alimentos, sem resíduos químicos ou contaminações) é vista como condição para a saúde física e mental das pessoas e também como fator de proteção do meio ambiente.
As mulheres, em geral, são responsáveis pela aquisição e preparação dos alimentos para a família. No meio rural é também parte de suas responsabilidades a produção direta dos alimentos, por meio das hortas, pequenos animais, transformação de produtos como queijos, doces, pães. Podemos afirmar então que as mulheres acumularam conhecimento e experiência em áreas estratégicas para a promoção de segurança alimentar.
Isso possibilita as mulheres agricultoras inserção no mercado e ampliar as condições de autonomia e geração de valor agregado pelas agricultoras, através da sua cultura familiar (MIOR et al.,2014). As agricultoras podem desempenhar este processo de forma ecológica, agregando valor ao produto fortalecendo assim a agricultura familiar e as economias locais (BARCELLOS; MANTELLI,2009). Pode-se dizer que estes métodos geram uma perspectiva socioeconomica ligada a agricultura familiar, garantindo a segurança alimentar e troca de valores.

Diante disto, é possível compreender que as mulheres agricultoras desempenham, um papel importante na troca de conhecimento através de suas tradições familiares em produção de pães, cucas, roscas, pães de queijo, chimias, queijos entre outros. Através de produtos orgânicos e plantas alimentícias não convencionais (PANCs) oriundos de suas próprias plantações, que podem contribuir para o desenvolvimento de uma renda sustentável.

Objetivo

OBJETIVO GERAL
Proporcionar através de uma oficina a troca de saberes e o resgate de tradições sobre alimentação das mulheres agricultoras e agroecologia, dando enfase na forma de produção, utilização de PANCs na preparação dos alimentos bem como a troca de saberes e experiências das mulheres agricultoras.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
• Ofertar palestras, seminários, oficinas e outras estratégias de atuação na área de saúde, agroecologia, promoção de saúde e suas diretrizes ;
• Estimular compreensão dos participantes sobre a importância do consumo de produtos orgânicos;
• Designar o conhecimento sobre a produção de panificações por meio de produtos orgânicos;
• Proporcionar a possibilidade de apresentação de temas relacionados por iniciativa dos participantes do grupo;
• Despertar debates sobre os assuntos abordados;
• Motivar os participantes a iniciar a produção em suas casas;
• Incentivar e motivar a automonia no processo de inserção no mercado;

Programação

Data: 21/08/2019 – Quarta-feira.
Horário: Das 13:30 as 18:30
Local: Igreja Nossa Senhora de Fátima – Rua Benjamin, Rio do Meio.
Temática: Alimentação, Mulheres e Agroecologia

Palestrantes: Dra. Márcia Gilmara Marian Vieira.
Atividades realizadas: 

  • 13:30 – 14:00: Recepção dos convidados e participantes; 
  • 14:00 – 14:15: Depoimento da Mulher Agricultora: Terezinha Cecom e Gilda;  
  • 14:15 – 14:30: Apresentação dos palestrantes pela coordenadora do Projeto de Extensão profa. Dra. Márcia Gilmara Marian Vieira; 
  • 14:30 – 17:15: Troca de Saberes e Resgate de tradições: Alimentação, Mulheres e Agroecologia.
  • 17:15 – 18:00: Socialização com Coffee Break Solidário com alimentos preparados na oficina; 
  • 18:00 – 18:30: Encerramento da Oficina;

Ministrante

Palestrante e Coordenadora do Projeto: Márcia Gilmara Marian Vieira
Breve apresentação:Graduada como Bacharel em Química pela Fundação Universidade Regional de Blumenau (1994), mestre em Química Orgânica pela Universidade Federal de Santa Catarina (1996) e doutora em Química Orgânica (2008) pela UFSC. É professora da disciplina de Química NID EMCT na Universidade do Vale do Itajaí. Tem experiência na área de Química, com ênfase em Química Ambiental, atuando principalmente no seguinte tema: Metodologia AOX para Análise Ambiental e Saúde Ambiental em empreendimentos agroecológicos como uma ferramenta promotora da saúde. No curso de Ciências Biológicas, atua na linha de pesquisa Saúde da Família na Perspectiva Interdisciplinar com foco no Meio Ambiente, Qualidade de Vida, Bem-Estar, Agroecologia. Atualmente, é coordenadora do Projeto de Extensão Educação para Transformação: Meio Ambiente, Saúde e Gênero, cujo objetivo é promover educação popular em saúde, meio ambiente, e relações de gênero para o desenvolvimento social, econômico e ambiental da agricultura familiar estimulando a participação cidadã como estratégia de mudança e autonomia. Atualmente está realizando o curso de Pós-doutorado em Agroecologia e Paisagismo, com o projeto intitulado:  “Agroecologia e Paisagismo: Abordagem Teórica e Metodológica para o Desenvolvimento das Novas Ruralidades” na Instituição da Universidade Passo Fundo (UPF), Programa de Pós-Graduação em Agronomia (PPGAgro), Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, sob a supervisão da Dra. Cláudia Petry. O objetivo principal da pesquisa será consolidar a compreensão sobre Agroecologia e o Paisagismo, agregando conhecimentos sobre o processo de transição para a produção orgânica, conhecer as ruralidades, analisar práticas tradicionais de manejo da paisagem e identificar potenciais paisagísticos integrando-os ao referencial teórico e metodológico dos estudos de extensão e comunicação rural.
Palestrante: Adriana Dela Justina
Breve apresentação: Graduada  como Bacharel em Gastronomia, pela Unisul – Universidade do Sul de Santa Catarina. Trabalha como profissional liberal.  E é uma das parceiras do projeto. Onde irá ser a  moderadora e organizadora da  parte prática da Oficina.

Informações Adicionais

Data: 21/08/2019
Horário: 13:30 as 18:30
Local: Igreja Nossa Senhora de Fátima - Rua Benjamin Dagnoni, Rio do Meio. UR
Valor: Isento

Mais Informações

Responsável: Márcia Gilmara Marian Vieira
E-mail: mmarian@univali.br
Telefone: (48)996190214

REGRAS PARA INSCRIÇÃO E CERTIFICAÇÃO

REGRAS PARA INSCRIÇÃO E CERTIFICAÇÃO:

(As regras abaixo serão aplicáveis a todos eventos (salvo casos excepcionais).

1 – PRORROGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES: A organização reserva-se o direito de prorrogar as inscrições caso haja vagas disponíveis, bem como poderá alterar a data do evento por motivo de forma maior, com nova data a ser definida pela organização e comunicada aos inscritos, via e-mail. Neste caso, se o inscrito não puder participar das atividades na nova data, deverá comunicar, imediatamente, via e-mail, a organização do evento, podendo ser integralmente reembolsado, conforme descrito no item 4.
2 – CANCELAMENTO DA INSCRIÇÃO/DESISTÊNCIA: O inscrito poderá requerer o cancelamento de inscrição, via e-mail, com direito à devolução de: a) 100% (cem por cento) do valor pago, desde que o faça até 7 úteis antes da data de início do evento, b) 80% (setenta por cento) do valor da inscrição, desde que o faça no prazo compreendido entre 6 (dias) e 1 (um) dia antes do evento.
 2.1 – O inscrito que não comunicar sua desistência e/ou não solicitar o cancelamento de sua inscrição no prazo acima mencionado NÃO terá direito ao reembolso e assume a obrigação de efetuar o pagamento do valor integral previsto no ato da inscrição.
2.2 – Não há a possibilidade de trancamento de matrícula no evento contratado.
3 – CANCELAMENTO DO EVENTO: Caso não haja a quantidade mínima de inscritos ou ocorra algum contratempo de força maior que inviabilize a realização do evento, o mesmo será CANCELADO. O aviso aos inscritos será através do e-mail cadastrado no ato da inscrição e o reembolso será efetuado integralmente, de acordo com o item 4.
4 – REEMBOLSO: Será concedido reembolso aos inscritos somente nos casos previstos nos itens 1, 2 e 3.
4.1 – Pagamentos via boleto bancário: o prazo para reembolso é de até 30 dias úteis após o envio dos dados bancários nominais e CPF, via e-mail, à organização do evento.
4.2 – Pagamentos via mensalidade da graduação/pós-graduação: o reembolso poderá ser feito como crédito em mensalidade ou via depósito bancário. O crédito em mensalidade ocorre em até 15 dias úteis e o inscrito deverá encaminhar (por e-mail) o código de pessoa e o nome completo para que o mesmo seja realizado. O prazo para reembolso via depósito é de até 30 dias úteis após o pagamento da inscrição e mediante envio para a organização (por e-mail) dos dados bancários nominais, CPF e comprovante de pagamento do boleto (caso ainda não tenha sido feita a baixa bancária).
4.3 – Pagamentos via cartão de crédito: o prazo para reembolso será de até 30 dias úteis após envio para a organização (por e-mail) dos dados bancários nominais e CPF. O reembolso será feito por depósito bancário, em parcela única. Não será realizado estorno no cartão de crédito do inscrito.
5 – CERTIFICAÇÃO: terá direito ao Certificado o inscrito que frequentar às atividades previstas no evento. O pagamento da inscrição no evento, por si só, não dá direito ao recebimento de certificado de participação.
5.1 Confirmação de presença:  O inscrito deverá estar atento à forma de confirmação de presença no evento e/ou nas atividades que compõem o mesmo (leitor de código de barras, listas de presença ou outro método adotado pela organização do evento), pois sem a confirmação de presença feita pela coordenação do evento, a mesma reserva-se o direito de não emitir o certificado de participação ao inscrito.
5.2 – Certificados online: O Certificado, fornecido em formato online, estará à disposição dos participantes em até 60 dias após a data de término do evento, sendo a confirmação das frequências de responsabilidade dos organizadores das atividades. O participante será avisado via e-mail com as devidas instruções para impressão do mesmo. O inscrito poderá consultar seus certificados no site www.univali.br/elis.
5.3 – Certificado para autores/apresentadores de trabalho: A coordenação do evento poderá emitir certificação diferenciada para autores e apresentadores de trabalho. Os certificados de apresentação serão fornecidos somente às pessoas que procederem a apresentação presencial (oral, pôster ou de outra forma designada pelo evento). Os demais autores do trabalho receberão certificação como autores (ou coautores).
Ao finalizar o processo de inscrição, o inscrito afirma que aceitou todos os termos e está ciente das informações e condições estipuladas pela coordenação do evento.



 


  • Compartilhe:

Voltar para todos os eventos

Copyright - univali.br - 2019 - Todos os direitos reservados

Oficina: Troca de Saberes e Resgate de Tradições: Alimentação, Mulheres e Agroecologia