SharePoint
  • Univali
  • Notícias
  • Univali integrou Jornada de Pesquisa e Conservação de Tartarugas Marinhas

Univali integrou Jornada de Pesquisa e Conservação de Tartarugas Marinhas

Evento realizou-se entre os dias 13 e 16 de agosto, no Rio de Janeiro


por Natália Uriarte Vieira | 05/09/2018

Nos dias 13 a 16 de agosto ocorreu, na sede da OAB do Rio de Janeiro (RJ), a 9ª Reunião e 8ª Jornada de Pesquisa e Conservação de Tartarugas Marinhas no Atlântico Sul Ocidental - Rede ASO-Tartarugas / Argentina - Brasil – Uruguai, evento em que a Univali colaborou por meio do Laboratório de Educação Ambiental, vinculado à Escola do Mar, Ciência e Tecnologia.

2018-09-05- Tartarugas Marinhas 2.png

A Rede ASO-Tartarugas, existente desde 2003, reúne grupos de pesquisa e pesquisadores individuais dos três países - Brasil, Uruguai e Argentina - situados na área do Atlântico Sul Ocidental (ASO). O professor José Matarezi contribuiu participando na mesa-redonda “Pesquisa, Conservação e suas relações com a Sociedade” e no Workshop do Grupo de Trabalho de Educação Ambiental da RedASO.

                                                                                                                                                                                          Foto: Jacqueline Hoofendy2018-09-05-Jose Matarezi2.png

Na mesa redonda participaram também Victoria Massola (FRAAM/Argentina) e Jhon Gordon Frazier (Equador). A discussão teve como debate o papel que todos os conservacionistas e pesquisadores, de todas as áreas de atuação referentes às tartarugas marinhas, têm na educação ambiental, destacando-se as políticas públicas de educação ambiental e a emergência da arte-educação-ambiental, como um novo contexto no campo da educação e da conservação ambiental marinha.

A Rede ASO-Tartarugas tem por propósito a divulgação de trabalhos científicos, educação ambiental e discussão de metodologias comuns entre os três países para a pesquisa e estratégias de conservação de tartarugas marinhas. A educação, o desenvolvimento comunitário e a promoção de novas políticas de conservação são pilares fundamentais da Rede ASO-Tartarugas, a fim de proteger as tartarugas marinhas e seus habitats em níveis regional e internacional.

  • Compartilhe:

Comentários



Voltar para todas as notícias

Copyright - univali.br - 2018 - Todos os direitos reservados

Univali integrou Jornada de Pesquisa e Conservação de Tartarugas Marinhas